Boleto mensalidade
CPF:

Dado o avanço e propagação do CORONAVÍRUS (COVID-19), estamos atentos e preocupados com a chegada do mesmo à Niterói. Nesta primeira circular sobre o tema, divulgamos informações importantes quanto à prevenção e atuação de todos neste momento. Oportunamente, em função da evolução da situação em Niterói, divulgaremos informações complementares.

Para o momento, junto às medidas de enfrentamento emergencial que vem sendo divulgadas pelos órgãos competentes, constatamos que “a UFRJ vem desenvolvendo uma série de iniciativas para o combate à epidemia mundial da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus surgido na China no fim de 2019. Para o acompanhamento da crise foi criado um grupo de trabalho multidisciplinar com pesquisadores da área da saúde a fim de desenvolver ações de orientação, diagnóstico e tratamento de possíveis casos.”

E a cartilha sobre o assunto divulgada pela UFRJ propõe claramente 3 (três) pontos:

Em 1o lugar, quanto à prevenção da propagação do vírus, devemos:

  1. EVITAR TOCAR OLHOS, NARIZ E BOCA SEM QUE AS MÃOS ESTEJAM DESINFETADAS.
  2. PARA DESCONTAMINAR AS MÃOS DEVEMOS LAVÁ-LAS CUIDADOSAMENTE COM ÁGUA CORRENTE E SABÃO POR PELO MENOS 20 SEGUNDOS E COM A MAIOR FREQUÊNCIA POSSÍVEL. CASO NÃO CONSIGAMOS LAVÁ-LAS, DEVEMOS FRICCIONÁ-LAS COM ÁLCOOL EM GEL EM CONCENTRAÇÕES ≥ 60% ATÉ 70%.
  3. EVITAR AS AGLOMERAÇÕES E OS AMBIENTES SEM VENTILAÇÃO ADEQUADA.
  4. EVITAR O CONTATO PRÓXIMO COM PESSOAS DOENTES, OU COM SINAIS OU SINTOMAS RESPIRATÓRIOS.
  5. TER MUITO CUIDADO NO CONTATO COM OBJETOS POSSIVELMENTE CONTAMINADOS, TAIS COMO: CORRIMÃOS, MAÇANETAS, CELULARES, INTERRUPTORES, TORNEIRAS, CARRINHOS DE SUPERMERCADO ETC.

Em 2o lugar, devemos considerar como potenciais pessoas contaminadas as que se apresentem com febre associada a pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar, entre outros), e também, nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas, terem:

  1. Vindo de viagem de alguma área com transmissão local do vírus;
  2. Entrado em contato próximo com algum caso suspeito quanto ao Coronavírus (SARSCoV- 2);
  3. Entrado em contato próximo com algum caso laboratorialmente confirmado de contágio por Coronavírus (SARS-CoV-2).

E em 3o lugar, na presença de sintomas devemos:

  1. DESINFETAR COM FREQUÊNCIA AS SUPERFÍCIES E OBJETOS EXPOSTOS AO TOQUE.
  2. COBRIR A BOCA E O NARIZ AO TOSSIR OU ESPIRRAR, SE POSSÍVEL UTILIZANDO MÁSCARA DESCARTÁVEL OU LENÇO DE PAPEL, A SER JOGADO NO LIXO APÓS O USO.
  3. DESCONTAMINAR IMEDIATAMENTE AS MÃO CASO TINHAM ENTRADO EM CONTATO COM ALGUM LENÇO DE PAPEL USADO OU ALGUMA SECREÇÃO, EVITANDO CONTAMINAR OUTRAS SUPERFÍCIES.
  4. UTILIZAR MÁSCARAS DE PROTEÇÃO DESCARTÁVEIS SE APRESENTARMOS SINTOMAS OU ESTIVERMOS DOENTES, AO ENTRARMOS EM CONTATO COM OUTROS INDIVÍDUOS, E SE ESTIVERMOS DIRETAMENTE ENVOLVIDOS COM PESSOAS EM TRATAMENTO.

É muito importante entender que o uso de máscaras é ineficaz caso não sejam tomadas as demais medidas de proteção, como por exemplo, desinfetar as mãos e etc. Portanto, recomendamos que as famílias observem as informações aqui prestadas e providenciem, para uso individual do aluno, frasco portátil com álcool em gel (em concentração maior que 60%), que não deverá ser compartilhado (com quem quer que seja).

INFELIZMENTE, SOMOS FORÇADOS A SOLICITAR QUE NÃO ENVIEM QUALQUER ALUNO PARA A ESCOLA CASO APRESENTE SINTOMAS E/OU SINAIS DE CONTAMINAÇÃO. NESTE CASO, PROCUREM IMEDIATAMENTE A ASSISTÊNCIA ESPECIALIZADA.

Lamentamos sinceramente eventuais transtornos causados para alguma família, porém é muito importante contribuirmos para o máximo de contenção na propagação deste vírus.

Contando com a compreensão de todos, nos colocamos disponíveis para quaisquer esclarecimentos, Atenciosamente,

Equipe Pedagógica do Centrinho